terça-feira, 27 de julho de 2010

A paz nos braços de Morfeu

 

Oh amado Morfeu
Venha me embalar
Nos doces sonhos
De seus braços serenos.


Ianê Mello

5 comentários:

  1. Fechamos os olhos.
    E de repente, não mais que de repente... um mundo novo se desdobra, completa-nos de cores e sensações.
    Não são só sonhos, não.
    A alma tem mil olhos, mil mundos para descobrir.
    E talvez.... simplesmente talvez.... a paz sobrevoe livre sobre o corpo adormecido, libertando-o para uma felicidade mais plena... quase eterna.

    Tudo de bom para ti.
    Rolando

    ResponderExcluir
  2. Rolando,

    com certeza que nos elevamos à outros planos, enquanto adormecidos.
    Nossa alma vagueia ...

    Obrigada pela presença.
    Tudo de bompra ti também.

    ResponderExcluir
  3. Gerana e PistoleiroCorvo,

    Feliz pela presença e comentários.

    Bjs

    ResponderExcluir

Aqui tens um pouco de mim,
dessa viagem ao meu interno
Deixe aqui um pouco pra mim
e partilharemos momento eterno.

Boa viagem!